Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
Processos

Projeto que cria o Plano Municipal de Saneamento é aprovado em primeira discussão

Publicado: Quarta, 31 de Janeiro de 2018, 23h39 | Última atualização em Quarta, 31 de Janeiro de 2018, 23h39 | Acessos: 82

A noite de terça-feira, 30, marcou o início dos trabalhos parlamentares em 2018 com a realização da 1ª Sessão Ordinária, que contou com o plenário e a recepção da Câmara Municipal recebendo quase 400 pessoas no total.

Antes das votações os vereadores apresentaram 53 Indicações. Depois puderam falar e de forma unanime todos se colocaram ao lado dos estudantes e pais que em sua maioria ocupavam as cadeiras do plenário, em razão do Projeto de Lei 97/17 do Executivo que queria criar um novo Programa de Bolsa Educação para Cursos Técnicos e Superior, mas que já havia sido retirado do Legislativo, após reunião entre vereadores e secretários.

Para confirmar a retirada do texto, o presidente do Legislativo Du Cazellato (PSDB), leu um documento assinado pelo prefeito Dixon Carvalho (PP) que confirmava o ato, para que houvesse um novo debate sobre a Bolsa Educação, visando atender a população da melhor maneira possível.

Na sequência os edis derrubaram o veto parcial do prefeito sobre o Projeto de Lei 75/17 de autoria do parlamentar Kiko (PRB) e aprovaram o pedido de tramitação em regime de urgência do PL 1/18 e também em primeira votação.

O Plano Municipal de Saneamento Básico teve sua legalidade aprovada por unanimidade via PL 81/17. Já o PL 91/17 do vereador Manoel Filhos da Fruta (PCdoB) recebeu 9 votos a favor, um contrário e três abstenções.

Já o PL 94/17 foi derrubado por 10 votos contrários e assim será arquivado.

Os PL’s 2/18, 3/18 e 98/17 tiveram votos favoráveis na primeira votação.

Ainda durante a 1ª Sessão Ordinária 40 Requerimentos e 3 Moções foram aprovadas.

Devido aos festejos do carnaval, a próxima sessão acontecerá na quinta-feira, 15, às 18h30.

Projeto da Bolsa Educação é retirado

O texto que criava o novo Programa de Bolsa Educação para Cursos Técnicos e Superior, por meio do Projeto de Lei 97/17 foi retirado da Câmara Municipal, por consenso entre vereadores e secretários.

O objetivo será aprimorar seus pontos para atender a população da melhor forma possível.

Todos os 15 vereadores de Paulínia estão acompanhando o caso e abertos para o diálogo com os estudantes e pais.

Mais informações aqui: https://goo.gl/o6nZp2

WhatsApp Image 2018-01-31 at 23.37.33.jpeg

registrado em:
Fim do conteúdo da página