Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Notícias > Edilsinho pede a criação de terceira faixa de rodagem sobre ponte
Início do conteúdo da página
Notícias

Edilsinho pede a criação de terceira faixa de rodagem sobre ponte

Publicado: Terça, 04 de Julho de 2017, 11h14 | Última atualização em Terça, 04 de Julho de 2017, 11h14

12745399_1064428860245104_5146907357770648419_n.jpg

O vereador Edilsinho (PSDB), apresentou durante a 11ª Sessão Ordinária de 2017, a Indicação 638/17, que pede o alargamento da ponte que liga o Centro a região do João Aranha, gerando maior fluidez no trânsito, que hoje apresenta lentidão nos horários de pico.

A ideia surgiu após Edilsinho visitar o local acompanhado por um engenheiro de tráfego, que avaliou como possível a criação de uma terceira faixa de rolagem, deixando apenas utilizável a faixa de pedestres no sentido João Aranha-Centro.

Outra medida que o vereador também sugere é o fechamento nos horários de pico da rotatória que fica em frente ao fontanário e recebe veículos entram na cidade pelo Portal Medieval.

“Precisamos levar alternativas ao Executivo para que os moradores de Paulínia ganhem mais agilidade no transito que enfrentam no dia a dia, assim eles podem conquistar mais tempo para outras tarefas, como ficar com a família ou praticar atividade física”, comentou Edilsinho.

Protocolo de recusa

Edilsinho também sugeriu a Administração que crie um Protocolo de Recusa aos usuários do SUS (Sistema Único de Saúde) da rede municipal de saúde. A medida já havia sido apresentada a gestão anterior, por meio do relatório final da CEI (Comissão Especial de Investigação) da Saúde realizada em 2013.

O Protocolo deverá ser entregue toda vez que um atendimento não for realizado ou algum medicamento não esteja disponível. No documento deverão constar o motivo da negativa, a unidade de saúde, data, horário e dados do usuário.

“Queremos dar mais transparência ao atendimento público de saúde e garantir ao cidadão a possibilidade de provar que buscou assistência técnica sem obter sucesso”, comentou Edilsinho.

A Indicação 640 vai de encontro a recomendação do Ministério Público Federal.

registrado em:
Fim do conteúdo da página