Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Notícias > Secretário de Saúde é sabatinado por vereadores
Início do conteúdo da página
Notícias

Secretário de Saúde é sabatinado por vereadores

Publicado: Quinta, 17 de Agosto de 2017, 16h44 | Última atualização em Quinta, 17 de Agosto de 2017, 16h45

SAÚDE CAMARA (1).jpg

O secretário de Saúde, Claudio Ernani Marcondes de Miranda, compareceu à Câmara de Vereadores de Paulínia na quarta-feira, 16, para dar mais esclarecimentos sobre a pasta aos edis. O secretário entregou o planejamento plurianual dos setores, explanou sobre as metas nos próximos anos e respondeu dúvidas levantadas na reunião organizada por Fábio Valadão (PRTB) e Loira (PSDC). Os vereadores Danilo Barros (PR), Du Cazellato (PSDB), Edilsinho (PSDB), João Mota (PSDC), Marquinho Fiorella (PSB), Kiko Meschiati (PRB), Flávio Xavier (PSDC) e Fábia Ramalho (PMN) também participaram do encontro.

Os parlamentares sentiram necessidade de convidar o responsável pela pasta, após visita nas obras do Hospital Municipal de Paulínia, há uma semana. Lá o secretário guiou a visita e esclareceu sobre a obra e seu cronograma, mas ficaram muitas dúvidas a serem esclarecidas, segundo os parlamentares.

Junto com assessores, Miranda reforçou que o Hospital Municipal vai melhorar e muito após ampliação, garantiu aquisição de novos equipamentos, contratação de agentes de saúde da família e avalizou o início da informatização da rede ainda neste ano.

O secretário contou que todos os prontuários e atendimentos devem começar a ser digitalizados pelo Posto de Saúde do Monte Alegre, devendo concluir todo o sistema em 2018. “Segundo levantamento recente, a cidade de 100 mil habitantes tem mais de 300 mil prontuários, ou seja, precisamos muito informatizar, unir informações, atualizar e excluir prontuários excedentes a fim de melhor planejamento e tornar o atendimento mais eficaz”, explicou o secretário.

Para auxiliar nesta atualização com visitas aos usuários da rede pública de Saúde, Miranda conta que serão contratados 200 agentes de saúde – 60 emergencialmente- que farão mapeamento enquanto trabalham com atenção básica, prevenção de doenças e acompanhamento dentro do Programa de Estratégia de Saúde da Família.   

As boas notícias ainda contemplam entrega das novas UBS em 2018 no Cooperlotes e Centro, além de equipamentos novos para as demais, aquisição de materiais modernos para atender infartados, convênio com o SAMU de Campinas, renovação da frota de ambulâncias, mudanças na Fisioterapia, no Lar dos Idosos e criação da ouvidoria no Hospital Municipal.

Pressionado pelos vereadores, que questionaram ampliação de atendimento, cargos e salários e mais profissionais para atender a população mais rapidamente, o secretário falou que estão avaliando a construção de uma UPA na área do Planalto para desafogar o HMP, que estão finalizando o organograma mais “racional e funcional” e avaliando convênios para ampliação e rapidez dos atendimentos, assim como oferta de mais especialidades, segundo o secretário.   

registrado em:
Fim do conteúdo da página