Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Notícias > Câmara de Paulínia devolve 4,6 milhões para o Executivo
Início do conteúdo da página
Notícias

Câmara de Paulínia devolve 4,6 milhões para o Executivo

Publicado: Quinta, 21 de Dezembro de 2017, 17h19 | Última atualização em Quinta, 21 de Dezembro de 2017, 17h19

O presidente da Câmara de Paulínia, Du Cazellato (PSDB), anunciou nesta quinta-feira, 21, a devolução de R$ 4,6 milhões à Prefeitura de Paulínia.

A economia aconteceu devido a uma séria de corte de despesas, novos contratos mais econômicos e transparência. “Quando assumi em janeiro, a expectativa era que faltasse dinheiro, porém tomamos medidas que permitiram ao Legislativo reduzir despesas, ser eficiente, além de sustentável”, disse Du Cazellato.

O presidente estima que com este valor em mãos o prefeito poderá investir em outras áreas da cidade como saúde, educação, esportes, segurança e mobilidade urbana.

Em todas as áreas houveram reduções de gastos. “Hoje é preciso fazer mais com menos. Com uma gestão séria e transparente, sem cortar serviços, conseguimos fazer com que o Legislativo economizasse contribuindo com a Administração”, comentou Du Cazellato, que irá presidir a Câmara até o fim de 2018.

Mudança na alimentação fomenta comércio local

A mudança no sistema de alimentação que deixou de ser terceirizado, para um cartão individual de refeição, também fomenta o comércio local, gerando empregos diretamente e indiretamente, pois agora cada servidor escolhe onde quer almoçar, consumindo em toda cidade.

O Jornal da Câmara também foi encerrado pelo presidente Du Cazellato, colocando fim a três contratos que eram destinados a diagramação, impressão e distribuição. Desde janeiro todos os atos são divulgados em tempo real pelo Portal da Transparência do site da Câmara.

Redução no consumo de combustível e economia de energia

Outra economia aconteceu com a redução do consumo de combustível. Em 2016 a frota da Câmara consumiu 22.875 mil litros, enquanto até o fim de novembro deste ano os veículos usaram 9.391 mil litros. Uma queda de quase 14 mil litros no período.

O Legislativo também em investiu em tornar a Casa de Leis mais sustentável, comprando lâmpadas de LEDS, que irão substituir as atuais fluorescentes, conforme houver necessidade de manutenção, tornando o prédio mais iluminado, consumindo menos energia. Todo o sistema hidráulico recebeu manutenção para evitar desperdício de água. No total houve uma economia até novembro de cerca de R$ 44,123 mil.

Em média a sede o prédio da Câmara recebe 700 pessoas por dia.

Confira abaixo onde Du Cazellato reduziu despesas:

Abaixo seguem os comparativos entre 2016 e 2017, detalhado por áreas

Despesas com água

Até novembro de 2016 - R$ 179,303 mil

Até novembro de 2017 - R$ 135,180 mil - Mesmo com reajustes na tarifa, consumo caiu

Aluguel de impressoras

2 máquinas alugadas sem suporte técnico, com papel e tonner comprados a parte - R$ 7.052,64 por mês

30 máquinas alugadas em 2017, mais suporte técnico presente todos os dias, papel e tonner inclusos - R$ 10,733 mil limite por mês - O Legislativo paga somente o que utiliza

Economia com o fim do Jornal da Câmara (Toda divulgação desde janeiro de 2017 é feita pelo Portal da Transparência no site camarapaulinia.sp.gov.br)

Diagramação - R$ 45.145

Distribuição - R$ 31.197

Impressão - R$ 65.295

Despesas com alimentação

Até novembro de 2016 - R$ 75.797 mil por mês

Até novembro de 2017 - R$ 68.584 mil por mês - Quando o funcionário falta ou tira férias o benefício não é pago

Manutenção do ar-condicionado

Valor mensal do contrato de 2016 - R$ 7.080

Valor mensal do contrato de 2017 - R$ 3.475

O endereço para o Portal da Transparência é: http://www.camarapaulinia.sp.gov.br/cmp/index.php/contas-publicas.html 

Presidente Du Cazellato.JPG

 

 

 

 

 

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página