Projeto de lei de Cazellato busca obrigar câmeras nas creches e escolas municipais

A Câmara de Paulínia deve analisar no segundo semestre projeto de lei que propõe obrigar a Prefeitura a instalar câmeras de segurança nas dependências e nos arredores das escolas municipais de educação infantil e de ensino fundamental.

O vereador Du Cazellato (PSDB), autor da iniciativa, considera a medida importante para evitar atos de violência. Ele diz que essa seria uma “forma pouco onerosa, mas eficaz, para coibir” práticas violentas, principalmente depois de eventos recentes no cenário nacional.

O número de câmeras, segundo o texto, deve ser calculado de acordo com o número de alunos e funcionários das instituições de ensino de Paulínia. O objetivo é que sejam pelo menos duas por escola.

Se a proposta for aprovada, será preciso editar depois uma regulamentação para definir por quanto tempo as imagens devem ficar armazenadas.

Du Cazellato também apresentou indicação para o governo municipal criar programas de acolhimento e acompanhamento das crianças vítimas de agressão. A ideia é que a Prefeitura desenvolva oficinas e atividades de reintegração social.

Texto: Felipe Luchete (MTB nº 56.928/SP)
Assessoria de Imprensa
imprensa@camarapaulinia.sp.gov.br
Imagens: Câmara Municipal de Paulínia

Compartilhar essa postagem


Pular para o conteúdo