Cancelamento de concurso da educação faz Fábia Ramalho cobrar explicações

A notícia de que a Prefeitura anulou um concurso público promovido em 2018, na área da educação, é tema de pedido de informações apresentado pela vereadora Fábia Ramalho (PMN). No Requerimento 191/2019, ela questiona ao governo municipal quais documentos motivaram a medida.

Segundo o texto, o cancelamento ocorreu porque a Comissão Organizadora de Concurso Público e de Processo Seletivo Simplificado identificou irregularidades e violações de mecanismos de segurança na preparação e aplicação das provas. A vereadora pede então cópias de documentos que demonstrem as irregularidades e o parecer da comissão, após receber reclamações de candidatos que se sentiram prejudicados.

Fabia também cobra informações da Prefeitura sobre o frequente cheiro de gás em Paulínia, no Requerimento 190/2019. Ela questiona quais providências têm sido tomadas, como é a fiscalização de empresas no município e detalhes sobre a qualidade do ar.

A lista de requerimentos inclui ainda perguntas sobre remédios da Farmácia de Medicamento de Alto Custo e também sobre a limpeza do espaço do antigo recinto José Pavan, no bairro Monte Alegre. Todas as propostas foram aprovadas pelos demais membros da Câmara Municipal na sessão desta terça-feira (9/4).


Acompanhe o andamento das propostas.

Texto: Felipe Luchete (MTB nº 56.928/SP)
Assessoria de Imprensa
imprensa@camarapaulinia.sp.gov.br
Imagens: Câmara Municipal de Paulínia

Compartilhar essa postagem


Pular para o conteúdo