images

Du Cazellato sugere base conjunta do Corpo de Bombeiros e Guarda Municipal

Du Cazellato (PP) ainda propõe a Prefeitura de Paulínia parceria com Governo Federal, para implantar mais unidades do Samu e reforçar o atendimento na cidade

imagesPreocupado com a segurança da população o vereador Du Cazellato (PP) apresentou a Indicação de número 30/2013 em que solicita a implantação de uma base do Corpo de Bombeiros, juntamente com a Guarda Municipal, na região noroeste da cidade. 
De acordo com o documento o parlamentar sugere a implantação de uma base da Guarda Municipal ao lado da Unidade Básica de Saúde (UBS) no bairro Jardim Planalto onde existe um prédio desativado (antiga UBS) e também uma unidade do Corpo de Bombeiros, por ser um local estratégico.
As adequações à nova realidade da cidade precisam ser feitas. O intenso fluxo de veículos na via de acesso à referida região em determinados horários do dia, causa congestionamentos e dificultando inclusive a locomoção dos Bombeiros em casos de emergência, justifica o Du Cazellato.
A instalação de uma unidade conjunta no bairro Jardim Planalto, permitiria rápido acesso de emergências aos bairros daquela região, área de grande concentração populacional.

Samu – Na Indicação nº 297/13 Du Cazellato sugere que a Prefeitura de Paulínia celebre convênio com o Governo Federal para implantar o Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência). Em Paulínia já existe o serviço do Samu municipal, com o convênio mais unidades reforçam o atendimento na cidade.
A parceria organizaria o atendimento de urgência nos prontos atendimentos, nas UBS, encurtaria o tempo entre o atendimento prestado pelo Samu e o atendimento hospitalar, pois o paciente receberia o primeiro atendimento no local, beneficiando a população.
O Samu faz parte da Política Nacional de Urgência e Emergências, que ajuda a organizar o atendimento na rede pública prestando socorro à população em casos de emergência pelo número de telefone 192.
O serviço funciona 24 horas por dia com equipes de profissionais de saúde, como médico, enfermeiros, auxiliares de enfermagem e socorristas que atendem às urgências de natureza traumática, clínica, pediátrica, cirúrgica, gineco-obstétrica e de saúde mental reduzindo o número de óbitos, o tempo de internação em hospitais e as sequelas decorrentes da falta de socorro precoce.

Compartilhar essa postagem


Pular para o conteúdo