Gibi sugere passaporte cultural, para levar alunos a eventos de artes

Gibi sugere passaporte cultural, para levar alunos a eventos de artes

O vereador Gibi Professor (PTB) sugere criação do programa Passaporte Cultural, para estudantes da rede pública municipal. A ideia é estimular a frequência de alunos, maiores de seis anos a eventos culturais de diversas áreas, com ingressos gratuitos.

A Prefeitura, segundo ele, poderia firmar convênios e parcerias para realizar o programa em locais públicos e privados, e os ingressos seriam distribuídos às escolas de forma igualitária e proporcional por região, num sistema de rodízio.

Outra proposta é oferecer clínicas itinerantes de saúde nas escolas, com serviços médicos, odontológicos e psicológicos, para prevenir doenças e identificar problemas de saúde entre os alunos.

Na área da saúde, Gibi pede implantação do programa Saúde da Família; divulgação do teste do olhinho em recém-nascidos e que as unidades de saúde sempre tenham um funcionário para orientar os usuários a retirar senha nos totens de autoatendimento.

O vereador também sugere implementação de tecnologia assistiva, com leitores de tela para crianças com deficiência visual, nas escolas municipais. Ainda cobra feira de profissões e rampas de acessibilidade no auditório Carlos Tontolli, no Paço Municipal.


A proposta em destaque está em sintonia com o ODS 4 – Educação de Qualidade. ODS são Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, uma agenda mundial que estabelece ações em áreas importantes como erradicação da pobreza, saúde, educação, igualdade de gênero e redução das desigualdades (saiba mais).


Imagem: Prefeitura de São Miguel do Iguaçu

Texto: Lara Santana (Estagiária)

Compartilhar essa postagem


Pular para o conteúdo