Lei determina que escolas públicas e privadas exibam vídeos antidrogas aos alunos

Já está em vigor uma lei, de autoria do vereador Tiguila Paes (Cidadania), que obriga escolas públicas e privadas do município a exibirem vídeos educativos antidrogas, visando a informação, prevenção e combate ao uso de substâncias alucinógenas ou entorpecentes.
 
Os vídeos devem mostrar a existência do telefone 153 (emergência da Guarda Municipal) para denúncia e as consequências da utilização de drogas ilícitas. O conteúdo deve ser apresentado para todos os alunos a partir do 5º ano do ensino fundamental, a partir do 5º ano.
 
Ainda na área educativa, Tiguila solicita que as escolas técnicas Etep e Cemep apliquem prova como sistema de avaliação para o processo seletivo do próximo ano, modelo já existente antes da pandemia e alterado para análise do histórico escolar. Segundo o vereador, para muitos alunos e professores a mudança do método é injusta.

Além disso, sugere a compra de colchões pneumáticos para as camas hospitalares do Hospital Municipal e propõe a construção de rampas que possibilitem o acesso de cadeirantes na avenida Fausto Pietrobom, próximo a academia Pano Bianco.

Imagem: Governo Federal. 


A proposta em destaque está em sintonia com o ODS 4 – Educação de Qualidade. ODS são Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, uma agenda mundial que estabelece ações em áreas importantes como erradicação da pobreza, saúde, educação, igualdade de gênero e redução das desigualdades (saiba mais).

Compartilhar essa postagem


Pular para o conteúdo