Câmara aprova cotas raciais e aumento na bolsa de estágios na Prefeitura

Os vereadores de Paulínia aprovaram, nesta terça-feira (13/6), projeto que reajusta valor do estágio na Prefeitura, de R$ 998 para R$ 1.320. O texto também define que 20% das vagas para estagiários serão para negros, acompanhando lei municipal já em vigor para funcionários efetivos.

Outra proposta, votada na 20ª Sessão Ordinária, garante protetor auricular para crianças com Transtorno do Espectro Autista (TEA) nas escolas. Se sancionada pelo prefeito, o fornecimento será obrigatório na rede municipal de ensino e nas instituições privadas.

Segundo o autor, vereador Messias Brito (PL), o objetivo é reduzir impacto de ruídos e abafar barulhos excessivos, evitando crises e perturbações. A forma como as crianças com TEA processam as informações sensoriais dentro de cada ambiente é diferente das outras pessoas, diz Messias.

Também foi aprovada proposta para criar campanha anual de Conscientização para Prevenção da Cinomose Canina, incentivando a vacinação de cães, de acordo com o vereador Fábio da Van (Cidadania).

Outra iniciativa visa adotar o “Outubro Rett”, mês de ações sobre essa síndrome. Essa condição é causada por mutação genética e de neurodesenvolvimento raro, quase exclusivamente em meninas, explica o vereador Cícero Brito (MDB).

 

 

CONSULTE O RESUMO DA PAUTA

Compartilhar essa postagem


Pular para o conteúdo