Tiguila Paes pede ponto de apoio para motoboys e motoristas particulares

Tiguila Paes pede ponto de apoio para motoboys e motoristas particulares

O vereador Tiguila Paes (Cidadania) sugere pontos de apoio para motoboys de aplicativos de entrega e motoristas de transporte privado. A ideia é dar suporte aos trabalhadores, para que eles exerçam suas funções de forma mais digna e segura.

O espaço deve ter sanitários masculinos e femininos, chuveiros individuais, vestiários, sala para descanso, com acesso à internet sem fio e pontos de recarga de celular gratuitos, refeitório, estacionamento de bicicletas e motos e ponto de espera para veículos.

Ele também pede fiscalização da Área de Preservação Permanente (APP) localizada no bairro Jardim Planalto. Tiguila diz que o local está em situação de abandono, com grades quebradas e acúmulo de lixo e entulho.

O vereador ainda cobra quadra, com grama sintética e bancos, entre as ruas Avelino Pontes e Florindo Neves, no bairro São José. Além disso, solicita psicólogos e assistentes sociais nas escolas municipais, para atender professores e alunos com dificuldades emocionais, problemas de comportamento e vítimas de bullying.


A proposta está em sintonia com o ODS 8 – Trabalho Decente e Crescimento Econômico. ODS são Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, uma agenda mundial que estabelece ações em áreas importantes como erradicação da pobreza, saúde, educação, igualdade de gênero e redução das desigualdades.


Imagem: Agência Brasília 

Texto: Lara Santana (Estagiária) 

Compartilhar essa postagem


Pular para o conteúdo