joao mota

Aplicativo de segurança pode ajudar comércio contra assaltos

Vereador sugere que comerciantes passem a utilizar aplicativo que avisa a GM e PM durante assaltos.

joao mota

 

hqdefault
Os assaltos a estabelecimentos comerciais já são uma triste rotina em toda parte, quem trabalha neste ramo já tem consciência dos riscos que corre. Resta a comerciantes e seus funcionários, tentar alternativas que minimizem os prejuízos financeiros e psicológicos, criados pelos assaltantes. Em Paulínia a situação não é diferente, o comércio é alvo frequente da ação de criminosos de toda a região. A Guarda Municipal e a Policia Militar, fazem o que podem para combater os criminosos que estão cada vez mais audaciosos. 

Diante dessa situação, o vereador Doutor João Mota (PT) apresentou uma indicação na 2ª sessão da Câmara de Paulínia, na última quinta-feira, dia 19, que tem com o objetivo ajudar a amenizar os roubos no comércio de Paulínia. A propositura orienta a Prefeitura de Paulínia a fazer uma campanha junto aos comerciantes da cidade, para que eles façam adesão a um aplicativo de segurança chamado: “Oncoto”, e que a Guarda Municipal e a Polícia Militar, também o utilize.
O aplicativo inventado por um professor de Minas Gerais usa o recurso de geolocalização do celular para passar o local onde o usuário está, a partir do acionamento de um Botão de Socorro. Assim, uma informação com a localização da pessoa, será enviada para todos os contatos cadastrados no aplicativo que irão receber o pedido de socorro, entre os contatos o da Guarda Municipal e da Polícia Militar. O vereador explica que a utilização do aplicativo não resolve o problema dos assaltos, mas que todas as iniciativas para combater o problema, são bem vindas.
 
Especialistas em segurança explicam que quando as pessoas estão sendo assaltadas, elas tentam ligar para a emergência sem que os bandidos percebam, em alguns casos conseguem, em outros não. Já com o aplicativo, basta clicar no botão de emergência que a polícia já saberá que se trata de um crime em andamento. Assim, a vítima não precisa ficar explicando pelo telefone (correndo o risco de ser descoberta pelos bandidos) ao atendente da emergência o que está acontecendo.
Disponível na Google Play, o aplicativo já conta com centenas de usuários em todo Brasil. Em Minas Gerais, onde o programa foi criado, a PM já utiliza o aplicativo em algumas cidades; assim, as informações vão direto para os policiais nos casos de emergência. “Oncoto”, nome surgiu a partir da resposta à pergunta mineira “oncetá?”. O aplicativo serve para qualquer cidadão pedir socorro quando estiver sofrendo um crime de qualquer natureza.
Oncoto

Compartilhar essa postagem


Pular para o conteúdo