DSC 1344

Audiência pública discute dependência química

O Vereador Danilo Barros (PC do B) presidiu a Audiência Pública da Dependência Química na quinta-feira, dia 27, e apresentou as 40 indicações feitas por especialistas e representantes da sociedade civil em uma reunião de trabalho realizada no dia 12 de agosto.

Estiveram presentes psicólogos, servidores públicos da saúde e entidades que trabalham com dependentes químicos. Houve o consenso de que as parcerias são benéficas para a cidade e as atividades para jovens que as igrejas desenvolvem ajudam na prevenção. Para auxiliar este trabalho é importante orientar os lideres das igrejas sobre conscientização e prevenção de drogas.

Quanto aos locais de vulnerabilidade, um cidadão citou que anos atrás um especialista em dependência química fez o levantamento dos locais com maior incidência na cidade, mas que pouca coisa foi feita.

Como método de prevenção aos jovens, foram indicadas atividades nas escolas mesmo em período de férias, escolas em horário integral, cursos profissionalizantes fora do turno escolar e criação de núcleo de acompanhamento de jovens em situação de vulnerabilidade.

Para melhorar o atendimento aos usuários e dependentes, indicaram a criação de uma rede de atenção psicossocial de acordo com as diretrizes do Ministério da Saúde, assistência de saúde mental nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) e criação de um centro de tratamento para dependentes químicos com equipes multidisciplinares.

A audiência ainda julgou importante o incentivo a estudos científicos e foi indicado por um cidadão o incentivo a produção cultural como, por exemplo, produção de livros e peças de teatro com historias de recuperação.

As audiências públicas fazem parte do Fórum Paulínia 2024, que reúne especialistas, autoridades e representantes da sociedade civil organizada para debaterem, através de 15 comissões de estudo, medidas a curto, médio e longo prazo para melhorar a cidade.O relatório os apontamentos de todas as audiências será entregue ao Prefeito Municipal.

Todas as audiências são abertas ao público e transmitidas ao vivo pelo site da Câmara.

Danilo também é presidente da Comissão da Educação, que terá audiência pública no dia 9 de setembro, às 19h.

 

DSC 1344

DSC 1367

DSC 1374

Compartilhar essa postagem


Pular para o conteúdo