Fábia Ramalho cobra ações de atendimento para pessoas com autismo ou TEA

WhatsApp Image 2018-08-22 at 17.07.22.jpegA vereaora Fábia Ramalho (PMN) cobrou da Administração Municipal informações sobre as políticas públicas de atendimento a pessoas com autismo.

Segundo a vereadora que já atua desde o começo de seu mandato por mais inclusão social e acessibilidade na cidade, ela recentemente acompanhou uma família que buscava por tratamento especializado em autismo na rede municipal de Saúde.

O objetivo da proposta da vereadora é que esse tratamento seja oferecido para todos aqueles que são autistas ou o do Transtorno do Espectro Autista (TEA). “Uma cidade melhor será feita com a inclusão de todos que nela residem, por isso podemos e devemos acolher e tratar da forma correta e digna crianças, jovens e adultos, sobretudo as atitudinais permitindo que as barreiras existentes caiam”, comentou Fábia.

No documento a vereadora cobra qual tratamento e acompanhamento é disponibilizado para pessoas com autismo e/ou TEA, se o trabalho existente é realizado por diversos departamentos e secretarias, quais profissionais compõem a rede, quais ações estão sendo implementadas, se há déficit de especialistas no tema, e se há fila de espera para atendimento.

O pedido foi feito por meio do Requerimento 443/2018, aprovado por unanimidade e que nos próximos dias será encaminhado ao Executivo.

 

Compartilhar essa postagem


Pular para o conteúdo