Fábia cobra compra de equipamento de ultrassom para Hospital Municipal

Depois de destinar R$ 150 mil para equipamento de ultrassom no Hospital Municipal de Paulínia, a vereadora Fábia Ramalho (Podemos) questionou a Prefeitura qual o andamento da compra e quais medidas têm sido tomadas com o objetivo de atender os setores de radiologia, cardiologia e vascular.

A verba foi reservada no Orçamento de 2020 por meio de uma emenda impositiva – que obriga o governo municipal a executar demandas dos vereadores. Por lei, a Prefeitura deve gastar 0,5% da receita corrente líquida com as prioridades selecionadas pelo Poder Legislativo.

Segundo Fábia, “as emendas impositivas são mais um importante instrumento pelo qual a população pode, através de seus representantes legislativos, auxiliar na destinação de parte do orçamento municipal em áreas ou ações que consideram de maior relevância”.

A vereadora diz que o equipamento de ultrassom auxiliará profissionais de Saúde nos diagnósticos dos pacientes. O Requerimento 176/2020 cobra informações sobre a aquisição do aparelho. Já no Requerimento 177/2020, ela pergunta se será cumprida outra emenda repassando cerca de R$ 80 mil para a compra de monitor multiparamétrico no hospital.

Fábia também solicita manutenção predial na UBS do bairro Jardim Planalto; informações sobre coletores de lixo seletivo e comum no município; uso de crachás em repartições municipais e estudos visando acabar com alagamento na avenida José Paulino, em rotatória próxima a um atacadista.

[av_font_icon icon=’ue801′ font=’cmp’ style=” caption=” link=” linktarget=” size=’20px’ position=’left’ animation=” color=” id=” custom_class=” av_uid=’av-uaqdjy’ admin_preview_bg=”][/av_font_icon]

MAIS DETALHES
Acompanhe o andamento das propostas.

Texto: Felipe Luchete
Assessoria de Imprensa
imprensa@camarapaulinia.sp.gov.br
Imagens: Câmara Municipal de Paulínia

 

Compartilhar essa postagem


Pular para o conteúdo