22 02 1

João Mota pede proteção a trabalhadores e alunos contra câncer de pele e dengue

22 02 1

No Brasil, o câncer de pele corresponde a cerca de 25% de todos os tumores diagnosticados. A radiação ultravioleta natural, proveniente do sol, é a principal causa de doença.

Com a destruição da camada de ozônio, os raios UV-B, que estão intrinsecamente relacionados ao surgimento do câncer de pele, têm aumentado progressivamente sua incidência sobre a Terra.

Não só no Verão, mas em todas as estações, muitos trabalhadores ficam expostos às radiações solares durante longas horas, se prejudicando.

O vereador João Mota (PSDC) pede ao Executivo o fornecimento de protetor solar para funcionários que trabalham expostos ao sol, pois é essencial para a proteção contra o câncer de pele.

O vereador também indicou ao Executivo o serviço de pulverização em escolas municipais e particulares para combater o mosquito da dengue. Segundo João Mota, “esta medida garante a segurança dos alunos que, na rede municipal, iniciam o ano letivo”.

Com essas ações, as crianças estarão protegidas do Aedes aegypti, Zika Vírus e Chikungunya, e até das formigas, pois normalmente estes venenos conseguem atingi-las.

 O intuito deste serviço é fazer com que as crianças fiquem em maior segurança e trazer mais de tranquilidade para os pais.

Para maior eficácia do serviço é de extrema importância  a nebulização, que atinge um raio de até 600 metros ao redor da escola.

 

Texto: Assessoria do vereador João Mota

Edição: Bruno Dias

Compartilhar essa postagem


Pular para o conteúdo