Coleta seletiva nas casas e inclusão digital em braile são pedidos de José Soares

O vereador José Soares (Republicanos) sugere que a coleta seletiva do lixo seja feita no sistema porta a porta, para incentivar a população a separar resíduos para reciclagem. Hoje, quem quer ajudar no descarte adequado precisa procurar pontos de entrega voluntária, “porém a eficiência desse serviço seria maior se efetuada de maneira conjunta com a coleta porta a porta” nas residências, diz ele.

A Indicação 991/2021 destaca vantagens do destino correto de materiais, como evitar a contaminação do solo e das águas; aumentar a vida útil dos aterros; auxiliar na limpeza urbana; gerar empregos e reduzir o número de focos de mosquitos da dengue, por exemplo. Também defende que a iniciativa iria cumprir legislação que implantou a Política Nacional de Resíduos Sólidos.

Outra proposta envolve ensino da grafia braile na informática para estudantes com deficiência visual ou baixa visão nas escolas municipais. “O ensino inclusivo deve integrar não somente o aprendizado dos livros com a grafia tátil e a impressão em relevo de tabelas, gráficos e ilustrações, mas também estabelecer meios de contato do estudante com equipamentos que permitam a sua inclusão no meio digital”, afirma a Indicação 990/2021.

José Soares também pede coleta de dados sobre pessoas com deficiência moradoras da idade; bicicletários em praças e prédios públicos e fechamento do esgoto no bairro Edith Campos Fávero. Ainda questiona o andamento de projetos sociais no município e do processo de informatização da saúde em Paulínia.

[av_font_icon icon=’ue801′ font=’cmp’ style=” caption=” link=” linktarget=” size=’20px’ position=’left’ animation=” color=” id=” custom_class=” av_uid=’av-tfyaqp’ admin_preview_bg=”][/av_font_icon]MAIS DETALHES

Acompanhe o andamento das propostas.

Texto: Felipe Luchete
imprensa@camarapaulinia.sp.gov.br
Imagens: Câmara Municipal de Paulínia

Compartilhar essa postagem


Pular para o conteúdo