José Soares defende projeto que troca materiais recicláveis por alimentos

O vereador José Soares (Republicanos) sugere iniciativa para estimular a separação de recicláveis nas casas. No município de Santo André, por exemplo, o programa Moeda Verde troca 5 kg desse tipo de lixo por 1 kg de alimento não perecível ou hortifrúti.

Todo o material coletado é destinado a cooperativas de reciclagem cadastradas na cidade. Para José Soares, a medida ajudaria a incentivar práticas sustentáveis, pois a reciclagem economiza energia.

Ele também sugere a criação de “parklets” (vagas vivas) nas ruas, construídas como extensões das calçadas, para criar espaços de leitura, alimentação e descanso nas vias. Outra ideia é instalar em áreas públicas e parques as chamadas árvores solares, equipamentos que capturam a energia solar e a transformam em energia elétrica.

José Soares propõe campanhas contra atos de assédio, importunação e violência sexual às mulheres no transporte público.

Pede ainda brinquedos adaptados nas praças e parques; divulgação do “programa Jovem Aprendiz”, promovido pelo Centro de Integração Empresa e Escola (CIEE); poda de árvores da avenida Olívia Fávero Piva e continuação do calçamento na rua Carlos Pazetti, perto do Jardim Botânico.


A proposta em destaque está em sintonia com o ODS 12– Consumo e Produção Responsáveis. ODS são Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, uma agenda mundial que estabelece ações em áreas importantes como erradicação da pobreza, saúde, educação, igualdade de gênero e redução das desigualdades.


Imagem: Prefeitura de Maringá

Texto: Felipe Luchete

Compartilhar essa postagem


Pular para o conteúdo