Marquinho Fiorella pede divulgação de telefones para serviço de iluminação pública

A iluminação pública é de responsabilidade da prefeitura, por isso, o vereador Marquinho Fiorella (PSB), solicitou à Prefeitura de Paulínia, na última sessão ordinária (16/7), melhor divulgação de telefones para serviço de iluminação pública, conforme Lei Municipal nº 3.405/2014. Paulínia possui, atualmente, 16.122 pontos luminosos, incluindo as lâmpadas das ruas e praças da cidade e os refletores de quadras esportivas.

Vereador Marquinho Fiorella (PSB)

Como é de conhecimento, na conta a pagar recebida pelos consumidores de energia elétrica da Companhia Paulista de Força e Luz (CPFL), o número do telefone, consta somente o 0800-0101010 que pertence à Companhia, sendo que tal situação dificulta para que os moradores solicitem a manutenção de iluminação pública e ou trocas de lâmpadas apagadas de sua rua.

Conforme Marquinho, a troca de lâmpadas queimadas ajuda a manter ruas com mais segurança, enquanto a informação nos postes onde a iluminação funciona mesmo durante o dia contribui para a prefeitura fazer reparos e evitar gastos desnecessários.

“Solicito ao setor competente, divulgação junto a população do número do telefone 0800-601 6688, que recebe ligações para solicitações de manutenção da iluminação pública do Município, como lâmpadas, luminárias, reatores, sensores, braçadeiras, braços de sustentação e fios que ligam a lâmpada à rede”, destaca o vereador.

É importante destacar que para a solução de qualquer tipo de ocorrência referente à iluminação pública, os munícipes devem, sempre, registrar as manifestações por meio do 0800-601 6688 pela Central de Atendimento da empresa, ou por meio dos canais de atendimento ou pelo site  www.disqueluz.com.br ou no Portal da Prefeitura de Paulínia (www.paulinia.sp.gov.br).

Portanto, o Gabinete de Marquinho Fiorella irá acompanhar e avaliar a qualidade do serviço prestado pela empresa, assim como já vinha ocorrendo. Vale ressaltar que a SRE Engenharia e Construções Ltda., assim como rege o contrato, tem prazo de 72 horas para executar a manutenção e possíveis reparos, a contar da data de geração da Ordem de Serviço.

Sobre a iluminação pública – Em 2010, a ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica) determinou que as distribuidoras de energia, no caso de Paulínia, a CPFL, transferissem a responsabilidade sobre a iluminação pública para as prefeituras dos munícipios, que deveriam realizar a manutenção e o planejamento de ampliação dos pontos. Tal decisão foi efetivada em 2016 e a Prefeitura Municipal de Paulínia contratou, por meio de concorrência pública, a empresa SER.

Ademir Inácio (MTB nº 28.228/SP)
Assessoria de Imprensa
imprensa@camarapaulinia.sp.gov.br
Imagens: Câmara e Prefeitura de Paulínia

Compartilhar essa postagem


Pular para o conteúdo