Fotos da Assessoria da Câmara 3

Projeto inédito de educação de jovens é realizado dentro da Câmara

A Câmara Municipal de Paulínia recebeu ontem (6) os 30 jovens que participam da primeira turma do programa de educação integral Conecta. O programa beneficia 60 jovens, divididos em duas turmas, e foi viabilizado pela Câmara através de uma contrapartida do empreendimento realizado pela Copersucar. São parceiros do projeto o Instituto Crescer, a Fundação Neemias e a Prefeitura Municipal.

É a primeira vez que a Câmara realiza um projeto de educação e qualificação de jovens dentro da Casa. As aulas serão ministradas no plenarinho da Câmara.

A cidade é a primeira a implantar o programa Conecta, que deve ser expandido para outras localidades. “Iniciamos a partir de Paulínia essa oportunidade aos jovens e pretendemos expandir a partir da experiência que vamos desenvolver aqui”, afirmou André Camargo, Diretor de RH e Gestão da Copersucar.

A iniciativa foi elogiada pelos vereadores, que afirmaram ser uma importante oportunidade de qualificação. Também lembraram da relevância dos investimentos da Copersucar na cidade, onde construiu um terminal de etanol com capacidade de 180 milhões de litros. Para os vereadores, o investimento gera empregos e está de acordo com normas ambientais.

O Presidente da Câmara Sandro Caprino empenhou pessoalmente os esforços para aprovar o Conecta e ressaltou o empenho dos vereadores. “Nós lutamos para trazer benefícios para a população. Agradeço a todos os meus companheiros vereadores e os parceiros deste projeto. Esta é a primeira turma de Paulínia e tenho certeza que o programa vai ser um sucesso”, disse Caprino.

Na manhã de hoje (7) os 30 jovens participaram do primeiro dia de integração no plenarinho da Câmara e receberam todo o material e a programação do curso.

O Conecta é um projeto de formação integral para 60 jovens, divididos em duas turmas, com oficinas de arte e educação; curso de qualificação profissional; atividades de saúde e vida; fóruns em roda e cafés culturais – estas duas últimas com participação da comunidade em geral.

A qualificação profissional tem carga horária de 240 horas e conta com bolsa auxílio de R$ 250,00 mensais ao longo dos quatro meses do curso.  Ao final, os jovens receberão certificado para atuar como Assistente de Produção Cultural.

 

Fotos da Assessoria da Câmara 3Assinatura da parceria Fotos da Assessoria da Câmara 4Fotos da Assessoria da Câmara 1Fotos da Assessoria da Câmara 4Dia de integração Fotos da Assessoria da Câmara 5Divulgação Copersucar 1

Compartilhar essa postagem


Pular para o conteúdo