Coletar medicamentos doados pode beneficiar famílias carentes, diz Tiguila

Qualquer pessoa que já comprou medicamentos em caixas fechadas sabe que nem sempre toda a cartela é usada, ficando por vezes guardadas em gavetas sem uso, até alcançar o prazo de validade. Para evitar o desperdício, o vereador Tiguila Paes (Cidadania) sugeriu o Programa Farmácia Solidária, para coletar doações de paulinenses.

Segundo a Indicação 1.057/2019, os remédios passariam por uma triagem da Secretaria de Saúde. Aqueles que não pudessem ser aproveitados iriam para o devido descarte, enquanto os que estivessem em perfeitas condições de uso ficariam cadastrados em um banco de dados, armazenados em local adequado para futura distribuição.

“Este programa visa atender famílias carentes do município, pois o alto preço dos medicamentos, muita das vezes, impossibilita o tratamento da forma adequada”, defende o autor da proposta.

O vereador também solicitou que o governo municipal forneça serviços públicos essenciais e de infraestrutura aos bairros Pôr do Sol, Recanto das Águas, Santa Matilde e São Joaquim, diante da falta de atendimento de cidades vizinhas.

Ele ainda sugeriu poda nos galhos de árvores em todo o percurso do transporte coletivo escolar e iluminação pública na rua Geni Nemésio de Melo, no bairro Vida Nova, além de cobrar informações da Prefeitura sobre a fila de espera para vagas no Centro de Geriatria, conhecido como Lar dos Velhinhos.

[av_font_icon icon=’ue801′ font=’cmp’ style=” caption=” link=” linktarget=” size=’20px’ position=’left’ animation=” color=” id=” custom_class=” av_uid=’av-23byoa’ admin_preview_bg=”][/av_font_icon]

MAIS DETALHES
Acompanhe o andamento das propostas.

Texto: Felipe Luchete
Assessoria de Imprensa
imprensa@camarapaulinia.sp.gov.br
Imagens: Câmara Municipal de Macaúbas
Câmara Municipal de Paulínia

Compartilhar essa postagem


Pular para o conteúdo