img 5682_20131212_1731165505

Zé Coco pede implantação de equipe de psicologia no HMP

O objetivo principal do psicólogo hospitalar é auxiliar o paciente em seu processo de adoecimento, visando à minimização do sofrimento provocado pela hospitalização

img 5682_20131212_1731165505O vereador Zé Coco (PV) apresentou na sessão ordinária realizada no dia 11 de março, a Indicação nº 172/14 em que pede a implantação de equipe de psicologia no Hospital Municipal.

A psicologia hospitalar se propõe em ser uma área de conhecimento que visa fornecer suporte ao sujeito em adoecimento, a fim de que este possa atravessar essa fase com maior apoio. O profissional também deve prestar assistência ao paciente, bem como seus familiares e a equipe de serviço.

A Psicologia Hospitalar é um ramo da Psicologia cada vez mais difundida no Brasil estando incluída no currículo das principais Universidades. O psicólogo hospitalar atua geralmente seguindo um modelo biopsicossocial que busca observar o indivíduo em todos os sistemas com quem interage (familiar, social, biológico, psicológico) simultaneamente e com inter-relações constantes entre elas. Mas também existem psicólogos mais voltados para a psicologia clínica atuando geralmente junto com a psiquiatria em hospitais psiquiátricos ou em centros especializados em aconselhamento.

De acordo com o vereador o psicólogo hospitalar contribui para a equipe multidisciplinar de saúde participando ativamente da tomada de decisões, principalmente ao fornecer e solicitar mais informações e ao expandir discussões durante as reuniões de equipe. Essas atitudes ajudam a manter uma visão global do paciente e chamar atenção para outros pontos de vista.

As contribuições dos profissionais são maiores quando os pacientes são acompanhados desde a chegada ao hospital e a equipe do hospital. Entre as atividades do psicólogo hospitalar definidas pelo Conselho Federal de Psicologia estão:

  • Atendimento Psicoterapêutico;
  • Organizar e atuar em Psicoterapia de grupo;
  • Grupos de Psicoprofilaxia e Psicoeducação;
  • Atendimentos em ambulatório;
  • Atendimentos em Unidade de terapia intensiva;
  • Pronto atendimento nas Enfermarias;
  • Psicomotricidade no contexto hospitalar;
  • Avaliação diagnóstica;
  • Psicodiagnóstico;
  • Consultoria e Interconsultoria;
  • Atuação em Equipe multidisciplinar.
Foto: Claudia Arantes 

Compartilhar essa postagem


Pular para o conteúdo